segunda-feira, 25 de fevereiro de 2008

Por que sumiu o nosso Garganta Profunda?

William Lola não apenas viu, mas ouviu - e ouviu muitíssimo, de altíssimas autoridades do município - informações e orientações sobre o caso da compra dos carros pela Prefeitura de Belém que resultou na ação de improbidade administrativa ajuizada no Tribunal Regional Federal da 1ª Região, com sede em Brasília, contra o prefeito Duciomar Costa.

E pelo que até agora se sabe acerca de tudo o que William Lola viu e ouviu, conclui-se que ele tem mesmo tudo para inscrever-se na História paroara como o nosso Garganta Profunda ao Tucupi. Guardadas as proporções devidas, ele sabe - ou sabia - mais sobre o governo Duciomar Costa do que Mark Felt, o Garganta Profunda original e segundo homem do FBI, sabia sobre o escândalo do Watergate, que derrubou Nixon.

Agora, já se sabe um pouco mais sobre Lola. Depois que saiu da Secretaria de Saúde, onde passou apenas cerca de cinco meses, foi trabalhar na Cinbesa, a companhia de informática do município de Belém. E trabalhou durante muito tempo no Infraero.

Os que começaram a investigar o caso dos carros ainda não sabem ao certo por que ele sumiu do mapa e não voltou mais ao Ministério Público Federal para assinar um depoimento que prestou lá em dezembro de 2006. O que se presume é Lola não voltou porque avaliou, lá com seus botões, que tudo o que revelou é nitroglicerina pura.

Ou então, o que é mais provável, foi lembrado por alguém que deveria silenciar. E silenciou. Mas tudo o que ouviu e viu está registrado. Registradíssimo.

2 comentários:

Ryan disse...

PB essas são as famosas jogadas políticas, onde não participamos, mas onde seu blog enxerga tudo. Parabéns, seu blog está ótimo, bem atualizado e com excelente ponto de vista.

Poster disse...

Ryan, obrigado pelo apoio. Faça do Espaço Aberto a sua casa.
Abs.