terça-feira, 12 de janeiro de 2016

400 anos: Belém nos tempos

As fotos foram extraídas da excelente Belém Antiga, a página do Facebook que tem como editor o jornalista Salomão Mendes.

Cine Moderno, década de 50 do século XX. Funcionava onde hoje é o estacionamento do CAN, próximo à Basílica.
O velho bondinho puxado por animais era o transporte mais usado por quem buscava as praias de Mosqueiro
naquela primeira metade do século XX.
Mapa de Belém, 1947-8 (Mayr Sampaio Fortuna). Acervo do professor
Flávio Nassar publicado no Blog da Fau.
Grand Café e Hotel da Paz, visto da esquina da 1º de Março com a Carlos Gomes, onde hoje está o Basa. Ano 1916.
Propaganda da Paraense Transportes Aéreos. A companhia acabou após muitos
acidentes, mas gostava do mote de ter popularizado a viagem de avião.
O Modernista Mário de Andrade, que em uma viagem ao Norte do Brasil se apaixonou
por Belém e mais por Mosqueiro, onde posou para a foto, na praia do Chapéu Virado,
em frente ao caramanchão . Anos 20, século XX.
PRC5 - Rádio Clube do Pará. Provavelmente anos 40 do seculo XX. Na Rua Fernando Guilhon com
avenida Roberto Camelier, onde está o Condomínio Aldeia do Rádio.
Propaganda de lançamento do Shopping Iguatemi Belém, o primeiro da cidade. Início dos anos 90 do século XX.
foto 9 - avenida Visconde de Souza Franco, a Doca. Anos 70.
Abertura da Avenida Tito Franco de Almeida (Almirante Barroso), em 1929
Rua João Alfredo, antiga Rua dos Mercadores, 1906
Estrada das Mangubeiras, 1875. Hoje avenida Almirante Tamandaré.

2 comentários:

Anônimo disse...

É de chorar ver como era a João Alfredo e ver como está hoje. Suja, imunda, tomada por tendas horríveis vendendo subprodutos fajutos, com os casarões servindo de depósitos chineses.

Unknown disse...

Boa noite! Concordo em gênero, número e grau o que o anônimo disse,Belém antigamente era muito mais bonita do que hoje.Era mais arborizada,não tinha tanto, ou quase nada de lixo nas ruas como hoje, dava pra sentar na porta de suas casas.hoje em dia é mais provável vc levar uma bala perdida.A maioria das ruas estão sujas, calçadas irregulares, não ha acessibilidade para pessoas com deficiência e etc etc e etc.....