sexta-feira, 24 de junho de 2016

Pesquisa com jeito de manipulação aponta Tourinho na frente na UFPA

Espiem só.
As academias, em tese, deveriam ser a casa da racionalidade, da precisão, da objetividade - tudo isso em homenagem ao conhecimentos plural que ali se adquire.
Mas não são. Tal não acontece nas academias, sobretudo quando as eleições contaminam os ânimos de instintos os mais primitivos, como diria Roberto Jefferson.
É o caso da Universidade Federal do Pará.
Nesta sexta-feira, Zaps, Zeps e Zips estão sendo inundados com essa pesquisa que vocês veem aí e chegou ao WhatsApp do Espaço Aberto ainda há pouco.
A aferição foi feita apenas entre os técnicos.
Quem ganha, segundo a pesquisa?
Emannoel Tourinho, que tem o apoio de PT e PMDB, à frente o professor Carlos Maneschy, aquele que foi nomeado num dia e desnomeado no outro.
Mas a pesquisa tem todo o cheiro, o estilo e o jeito de ser o resultado de uma, como se diz, invencionice estatística, de manipulação quase que despudorada.
Porque há 2.397 técnicos habilitados a votar nas eleições para reitor. E apenas 427 foram ouvidos.
Tem mais: também corre aí, pelos Zaps, Zeps e Zips, a informação de que a verdadeira pesquisa apontaria o professor Edson Ortiz, opositor ao grupo de Maneschy, em ampla vantagem entre o corpo técnico da UFPA, enquanto Tourinho lideraria por pequena margem entre os professores.
É assim.
Vocês querem pesquisas com cheiro de manipulação?
Vão para a UFPA.

7 comentários:

Anônimo disse...

Verdade,

Mais ainda quando a pesquisa provem do Edir Veiga, que se apresenta com nova fachada de C8, já que a anterior estava podre demais.

Anônimo disse...

Pesquisa completamente manipulada. Pesquisa feita por uma tal agência C8, a mesma que fez a pesquisa que "apontou" o nome do Prof emmanuel como o nome mais votado para ser o candidato do reitor.
O engraçado que só eu já respondi três pesquisas, e nunca vi o resultado. Agora nas vésperas da eleição aparece essa ai. Tudo mentira, os técnicos estão com o prof. ortiz, pois rejeitam a campanha elitista do prof. emmanuel, que até outro dia, não dava nem bom dia quando entrava no prédio, ou até mesmo no elevador. Ser introspectivo, é muito diferente de ser mal educado.
Aposto que essa pesquisa tem o dedo do edir veiga, igual aquelas que ele faz na época da eleição.

Anônimo disse...

Depois que vi essa pesquisa, não consegui parar de rir. Quanto aos professores não sei, porém, quanto os técnicos a chapa Ortiz/Mauro lidera com no mínimo 80% dos votos. Só pode ser desespero da chapa adversária... Continuo rindo muito.

Anônimo disse...

Na UFPA a lambança está generalizada. O Tourinho já começou a dizer a que veio. Prometeu função gratificada pra tanta gente que vai ter que fazer revezamento de gente em cada cargo - que nem a nomeação do Maneschy, que entra num dia e sai no outro... O milagre da multiplicação de cargos é similar ao da multiplicação de votos.

Anônimo disse...

Olha, esse negócio de eleição para órgãos públicos é um absurdo. O pivão que paga,não vota. O nome já diz:órgãos públicos. Virou clube de uns poucos.

Anônimo disse...

É uma vergonha politizar universidades.
Por isso que o país não vende tecnologia. Só compra.
Daí porque a educação pública está uma lástima.

Lucas Portilho UFPA disse...

Eu fui um dos alunos que recebeu o panfleto, no qual consta a tal sondagem, inclusive participei da pesquisa pela internet(votei em João Weyl) através da aba destinada a recolher as intenções de voto dos estudantes. Este tipo de levantamento é facilmente manipulável, o indivíduo pode votar duas vezes, caso possua mais de um correio eletrônico. Enquanto discente, creio que esta eleição ganhou contornos surreais, o candidato da situação fez e fazerá o impossível para vencer um pleito que ainda não está decidido. Votarei em Weyl, mas se Ortiz vencer, não deixará de ser um grande castigo para a trupe de Carlos Maneschy e do seu candidato.