quinta-feira, 7 de julho de 2016

Advogados comemoram pelo WhatsApp decisão do CNJ contra o TJPA


Pois é.
Até esta quarta-feira (06), o Tribunal de Justiça do Estado ainda não tinha se manifestado sobre liminar do conselheiro Emmanoel Campelo, do Conselho Nacional de Justiça, suspendendo portaria que facultava o expediente às sextas-feiras, durante todo este mês de julho.
Mas o silêncio reinante no TJ contrastava com a satisfação quase orgásmica (com o perdão da comparação) que dominou boa parte dos advogados, sobretudo os mais chegados à diretoria da OAB-PA, que propôs o procedimento de controle administrativo, do qual se originou a decisão monocrática do conselheiro do CNJ.
O Espaço Aberto recebeu o print de conversas travadas num grupo de WhatsApp que reúne advogados.
Os comentários variam das palminhas de praxe à quase chacota diante do constrangimento imposto pelo CNJ à Justiça Estadual do Pará.

-------------------------------------------------

ATUALIZAÇÃO ÀS 12H:
O Espaço Aberto, ouvindo a ponderação de dois advogados, retirou a imagem do print porque expõe os telefones sem autorização de seus titulares.
Permanece a postagem.
E os nossos pedidos de desculpas por algum constrangimento.

7 comentários:

Anônimo disse...

O TJ/PA, por meio da Procuradoria Geral do Estado, já impetrou um mandado de segurança contra a decisão do CNJ perante o STF. Agora o caso virou briga de egos e vaidades, tendo como principais prejudicados os advogados militantes e os jurisdicionados.

Anônimo disse...

Neste blog a comemoração dos advogados parece ser o alvo das críticas, quando na verdade a sociedade paraense deveria perceber que a OAB nada mais fez do que lutar pela continuidade da prestação do SERVIÇO PÚBLICO, e este sim é o maior prejudicado por essas paralisações e pontos facultativos! Parabéns à OAB/PA por ter conseguido derrubar a portaria que satisfazia os TQQ!

Anônimo disse...

A divulgação de números telefônicos sem a autorização dos titulares da linha gera dano moral! CUIDADO!!!

Anônimo disse...

Prejudicados já estamos com a morosidade da justiça estadual. Mais ainda, se continuasse a faculdade de nao trabalhar as sextas.

Poster disse...

Anônimo das 11h39, você tem razão.
Outros dois advogados fizeram essa ponderação ao blog.
A imagem foi retirada.
Fica a postagem.
Obrigado pelo alerta.

Anônimo. disse...

Lamentável a matéria, a OAB é representante da sociedade civil e foi a instituição a iniciar o processo de redemocfatizaçao deste país, se hj temos a liberdade de expressão agradeça a Ordem dos Advogados do Brasil e utilize o seu direito constitucional com mais responsabilidade, a sociedade agradece.

Anônimo disse...

Mas no whatsapp os advogados estão dizendo que podem fazer tqq. Então não serão prejudicados.