quinta-feira, 30 de dezembro de 2010

Sérgio Leão vai para a Secretaria de Governo

O governador eleito, Simão Jatene, vai anunciar daqui a pouco que escolheu o economista Sérgio Leão para a Secretaria de Governo.

Para a Secretaria de Comunicação (Secom), será anunciado o radialista Ney Messias, e não o jornalista Ronaldo Brasiliense, conforme muito se especulou.

Tião Miranda, deputado eleito, vai para a Secretaria de Obras, abrindo espaço para Joaquim Passarinho assumir uma cadeira na Assembleia Legislativa.

Para o Idesp, será anunciada a escolha de Adelina Bia Braglia.

10 comentários:

Anônimo disse...

A Secretaria de Obras so vai queimar o Tião Miranda. Essa secretaria poderia ser dada para qualquer pessoa, inclusive para um ambulante do Ver-o-Peso que não faria nenhuma diferença.

Politico com mandato assumir SEOP, esvaziada como está?

Tu tá doido, Tião Miranda?

Fica na tua na Assembléia, te eleges prefeito de Marabá e espera Jatene em 2014.

Anônimo disse...

Essa formação do secretariado será o grande complicador das eleições municipais em 2012. Vai ser dificil saber quem é quem? Vai sobrar para o PSDB. Jatene com essa falsa ilusão de cercar-se de todos os partidos só prejudica seus companheiros na base. O caso de Altamira é classico. Wandenkolk já se lançou candidato à Prefeitura de Altamira, mas como se as secretarias que tem forte impacto na região da Transamazonica foram dadas para o PMDB?

Anônimo disse...

O que faz o secretario de governo?

O que faz o chefe da Casa Civil?

Suas atribuições não se confundem?

Anônimo disse...

E radialista dá conta do recado ou fica mais fácilde manipular? kkkkkk

Leopoldo Vieira disse...

Caro Paulo,

Parabenizo a Bia e ao mesmo tempo manifesto meu entusiasmo com o nome dela para o Idesp, pois, pPelas posições que ela manifesta na blogesfera há pelo menos 3 anos, ela tem uma abertura, sensibilidade e compreensão do tema Juventude raras em todo o espectro político.
Acredito que com ela no Idesp, reivindicações caras aos movimentos juvenis possam sair da vontade e da imaginação: um mapa ou perfil da juventude paraense, como subsídio para um plano estadual de juventude.

Abraços

Anônimo disse...

A escolha de Carlos Lamarão para comandar o Iterpa foi um golaço do Jatene. Escolheu um homem íntegro, inteligente e conhecedor como poucos da questão fundiária amazônica. Além de tudo ainda é brigador em favor da coisa pública.


Celso Ferreira

Anônimo disse...

O que tem de petista querendo permanecer como DAS do governo não é brincadeira. Num cargo qualquer, sem aparacer muito, em qualquer órgão.
Essa semana assisti boquiaberto as declarações feitas por um grupo de pessoas, dirigentes de alguns órgãos, alguns deles inclusive até se filiaram no PT, durante o governo da Ana Julia Carepa.
Todos estavam arrependidos de terem feito parte do governo do PT e pretendem permanecer nos seus cargos, na esperança de serem aproveitados pelos novos dirigentes.
Todos comentaram que a maioria dos petistas que ocuparam algum cargo no governo sairão com uma mão na frente e a outra atrás, desempregados e sem espectativas de conseguirem colocação no mercado de trabalho.
Triste realidade do mundo político.

Anônimo disse...

Roberto Amoras para a AUDITORIA GERAL, porque não colocou um auditor de carreira como fez na PGE (Procurador Geral), pois ambos são carreiras de Estado. CADÊ A CORAGEM DE DAR TOTAL ISENÇÃO E IMPARCIALIDADE AO ÓRGÃO RESPONSÁVEL PELA FISCALIZAÇÃO INTERNA DO GOVERNO. É mais uma vez a sociedade não deve esperar por transparência nesta gestão, assim como ocorreu na anterior.

Anônimo disse...

Verdade Anônimo das 20:29, e o problema é que todos andavam de vermelho humilhando os servidores efetivos e concursados, esses incompetentes e corruptos precisam ser extirpados da Administração Pública. Há, já ia esquecendo, Leopoldo vá chorar no colo do Zé Dirceu que é da mesma laia que vocês.

Anônimo disse...

POR ONDE ANDA A TÃO PROMETIDA RENOVAÇÃO? CADÊ?