sexta-feira, 10 de outubro de 2014

"Não é bandalheira?" É Gerson Peres, sobre Jefferson Lima.

Gerson Peres: de início, ele chegou a pensar as fotos de Jefferson com peemedebistas fossem montagens
O presidente regional do PP no Pará, Gerson Peres, ficou literalmente desorientado, no final da noite desta quinta-feira, quando soube pelo repórter aqui do Espaço Aberto que o ex-candidato do partido ao Senado, Jefferson Lima, bandeou-se para a candidatura de Helder Barbalho (PMDB), 48 horas depois de ter decidido que apoiaria a reeleição do governador Simão Jatene (PSDB).
O blog acordou o presidente regional do PP exatamente às 23h45 desta quinta-feira, tão logo se confirmou a surpreendente e meteórica decisão de Jefferson Lima.
- O senhor já sabe da última, dr. Gerson? - perguntou o poster ao presidente do PP.
Ele deu apenas uma risada maneira ao telefone, como se estivesse esperando uma daquelas perguntas banais de jornalistas que ligam para a casa de suas fontes altas horas da noite, para importuná-las com o esclarecimento de pequenos detalhes que poderiam, a rigor, ser desprezíveis.
- O Jefferson Lima acaba de anunciar apoio ao Helder, presidente - disse o poster a um Gerson que ainda entonava a voz pesada dos que acordam de inopino.
- Não. O Jefferson está apoiando o Jatene. Até apareceu no programa de hoje - disse o presidente do PP, começando a acordar - literalmente - para a realidade.
- Dr. Gerson, o Jefferson Lima estava apoiando o Jatene. Estava. Não está mais. Agora apoia o Helder.
- Mas quem lhe disse?
- Está em todo lugar - no Facebook, no Twitter, em blogs, em sites, em tudo quanto é lugar, com foto dele ao lado de peemedebistas e tudo o mais. O senhor pode entrar na internet e constatar - insistiu o poster.
- Mas isso não será bandalheira? - especulou Gerson Peres, imaginando que as fotos publicadas no mundo virtual pudessem ser apenas montagens, inocentes brincadeiras dessas que se fazem aos trocentos milhões diariamente.
- Não, presidente. Não é bandalheira. É sério mesmo - insistiu o repórter.
Até que Gerson Peres caiu na real e se confessou absolutamente surpreso com a decisão do aliado. "Eu falei com ele hoje (quinta-feira), por volta da hora do almoço, ele me confirmou que iria apoiar o Jatene. Isso é surpreendente", reforçou o presidente regional do PP.
Mas não se preocupe tanto o ex-deputado Gerson Peres.
Com o estilo meteórico de ser do correligionário, quem sabe, lá pelo meio do dia desta sexta-feira, Jefferson Lima, meteoricamente, não terá voltado ao ninho tucano?

9 comentários:

edivar assuncao disse...

por isso que meu voto esse dissimulado não levou, ele com essa história de andar nas periferias abraçando crianças e chorando, mais pura falsidade !

Anônimo disse...

Nem o meu. Ele nunca me enganou, é um falso!!

Unknown disse...

Deve ter feito leilão do voto, levou quem pagou mais.
Quando penso que já vi de tudo....

Anônimo disse...

Como diria meu velho pai: em política só ainda não vi boi voar...

Anônimo disse...

O Gerson tem que expulsar o Jefferson Lima do PP

Anônimo disse...

A política supera as leis da física. Corpos negativos se atraem. Agora vão aparecer os processos que ainda não andaram no judiciário.

Anônimo disse...

QUEM Vê CARA,NAÕ Vê CORAÇÃO.AO PENSAR Q VOTEI NELE,PENSANDO QUE VALERIA A PENA.VEM A DECEPÇÃO.VOTAR EM JEFFERSON LIMA NUMCA MAIS...E EU NÃO TENHO MEMÓRIA CURTA COMO MUITOS.

Anônimo disse...

Muito menos o meu voto. Ele nunca me enganou, todos falam dele. Essa aparencia "popular" e o carisma com o povo é pura falsidade. Quem não te conhece, que te compre, Jefferson Lima!

Antonio_JLS disse...

Fiz campanha contra ele.