sábado, 3 de novembro de 2018

Queremos um "superpresidente" Bolsonaro. Queremos já!


Égua!
Mas quem será ministro no governo Bolsonaro, gente?
Porque até agora temos quatro.
Mas quatro superministros.
Paulo Guedes, o da Economia.
Sergio Moro, o da Justiça.
Onyx Lorenzoni, o da Casa Civil.
E o general Augusto Heleno, o da Defesa.
A eles, a Imprensa - essa mesma que antes a chamavam de golpista e agora, ora vejam só, está sendo chamada de esquerdopata - dá-lhes a denominação de superministros.
De ministro, mesmo, só conhecemos o astronauta Marcos Pontes, da Ciência e Tecnologia.
Acho que está bom de começarmos uma campanha para que o presidente JB torne-se um superpresidente.
Porque, a continuar nesta toada, o presidente é que terá de bater continência para seus superministros, todo dia, de manhã, quando chegar ao Planalto pra trabalhar. E não, como é de se esperar, os superministros baterem continência ao presidente.

2 comentários:

LUIZ ISMAELINO VALENTE disse...

A grande mídia nacional foi desbancada pelo Facebook e WhatsApp. Acabou o monopólio. Sem precisar sequer de um ato de governo. Ninguém liga mais para a Folha, Veja, Rede Bobo. O cara dispara uma live e pronto: 58 milhões imediatamente interagem. Sem intermediários.

Pedro do Fusca disse...

Perderam, o choro é livre. Este será um Governo de verdade e de gente séria, diferente do PT.
Pedro Lopes.