quinta-feira, 31 de maio de 2018

Caminhoneiros são essenciais, sim. Mas podem matar?


Um caminhoneiro foi morto, em Rondônia, com uma pedrada que o atingiu na cabeça.
Os autores são manifestantes - também caminhoneiros.
Quem?
Ninguém sabe.
Em outros estados do país, cenas chocantes de caminhoneiros sendo retirados de seus veículos aos murros, aos socos.
Por quem?
Por outros caminhoneiros.
Em Belém, repórteres - vários - foram ameaçados, intimidados e agredidos por manifestantes na BR-316. Os veículos em que os jornalistas se encontravam foram atingidos com pancadas.
Caminhoneiros, porque conseguiram parar o País, comprovaram que prestam, de fato, uma atividade essencial. É um fato!
Isso, no entanto, lhes dá o direito de matar, espancar, agredir e ofender?
É isso?

2 comentários:

Raimundo Borges disse...

O Blog considero excelente local de obtenção de informação e fonte preciosa de formadores de opinião, porém no momento tenho uma crítica por algumas postagens não terem seus autores expressos. Espero que este erro seja corrigido.

Poster disse...

Prezado, nada a corrigir.
Todas as postagens são do editor do blog, que está identificado no perfil.
Clique no link, ao lado direito, e veja.
Quando as postagens não são do editor, aí sim, são identificadas.
Obrigado pela leitura.